Clínica Parque dos Príncipes
Contacto : 217 122 812

2ª a 6ª feira, das 15h00 às 19h00
Sábado, das 09h00 às 13h00
Manhãs - Marcação Prévia

Serviços Clínicos

CLÍNICA GERAL


A clínica geral, mais do que uma especialidade médica, tem como sujeito o Ser Humano como um todo, abrangendo todas as áreas da medicina, concentrando-se na prestação de cuidados primários. Constitui, por isso, o primeiro nível de intervenção médica.
A especialidade de Clínica Geral preenche o papel fundamental de primeiro ponto de contacto médico do paciente com os profissionais de saúde, possibilitando assim uma identificação e tratamento imediatos das patologias do paciente. Sempre que tal se justifique, é igualmente o clínico geral o médico responsável por coordenar o encaminhamento do doente para outras especialidades médicas. Nesse sentido, o nosso clínico Geral encontra-se particularmente habilitado para actuar enquanto médico de família, proporcionando assim um acompanhamento integrado a todos os elementos do agregado familiar ao longo da sua vida. O responsável pela especialidade de clínica geral é o Dr. Alexandre Viana, o qual prima por um excelente relacionamento humano com os seus pacientes.
O Dr. Alexandre Viana é um médico com experiência e formação na área da Saúde Hospitalar e nos Cuidados de Saúde Primários, capaz de observar, avaliar, diagnosticar e tratar todas as pessoas que a ele recorram.
O médico de Clínica Geral procura sempre promover a saúde, prevenir, diagnosticar e tratar a doença. Assim sendo, deve consultá-lo com regularidade e sempre que esteja doente.

MEDICINA DENTÁRIA

A nível da Medicina Dentária dedicamo-nos a todas as áreas de intervenção e especialidades como: Prostodontia Fixa, Removível Cirurgia Oral, Implantologia, Ortodontia, Periodontologia, Estética dentária, Branqueamento dentário, Endodontia, Oclusão, Traumatologia, Odontopediatria e Prevenção através das técnicas e motivação da higiene oral.

PROSTODONTIA

Esta área da Medicina Dentária representa uma das mais valorizadas pelos nossos pacientes uma vez que permite a aquisição de uma terceira dentição de dentes com a respetiva a estética e a função.

São muitas as possibilidades de tratamento que a Prostodontia pode oferecer: soluções fixas ou removíveis, sobre implantes ou sobre dentes, totais ou parciais. Sem dúvida que as soluções fixas são a melhor solução de tratamento para recuperar dentes perdidos e as razões são várias. Não só permitem uma estética e função excelentes, como aumentam a segurança e auto-estima características de dentes naturais saudáveis.

Outras soluções de reabilitação removível, mas mais económicas são as próteses removíveis, que também permitem um conforto e qualidade de vida satisfatória.

Venha conhecer as nossas próteses removíveis totalmente estéticas, sem ganchos metálicos.

 

IMPLANTOLOGIA

A Implantologia é uma área cirúrgica da Medicina Dentária que se dedica à colocação de implantes dentários. Os implantes dentários são estruturas em titânio puro, colocados na maxila ou na mandíbula, que substituem as raízes de dentes perdidos. Oferecem uma solução segura para a substituição de um ou mais dentes, funcionando como pilares de suporte para coroas unitárias e pontes fixas ou removíveis, parciais ou totais.

Com a utilização de implantes dentários o doente deixa de ter de optar por soluções tão desconfortáveis e inestéticas como as próteses removíveis suportadas apenas pela mucosa, voltando a sentir o conforto que os dentes naturais oferecem.

Outras vantagens dos implantes incluem:

– Manutenção da estrutura óssea e estética facial que se perde com a ausência de dentes;

– Restituição da capacidade mastigatória e possibilidade de se alimentar sem a preocupação inerente ao facto de não ter dentes naturais;

– Manutenção da integridade dos dentes vizinhos, uma vez que não são desgastados tal como acontece para a realização de uma ponte sobre dentes;

– Melhoria substancial na confiança e segurança dadas pelos dentes naturais, proporcionando ao paciente uma melhor auto-estima, sem qualquer inibição social.

Carga imediata

A colocação de implantes em carga imediata / função imediata é uma prática frequente desde a década de 80, sendo validada por inúmeros estudos clínicos que atestam a sua segurança e previsibilidade de resultados.

Esta técnica consiste na colocação de coroas provisórias em acrílico, fixas aos implantes. Assim, no mesmo dia da cirurgia, são colocados dentes fixos, devolvendo de imediato ao paciente o conforto, a estética e a função.

Trata-se de um método passível de ser utilizado tanto em casos de desdentados totais ou parciais, como na ausência de apenas um dente.

Terminada a fase de osteointegração dos implantes e após a cicatrização dos tecidos, são feitos novos moldes e as coroas provisórias em acrílico são substituídas por coroas definitivas, em materiais de elevada estética e resistência.

Apesar das vantagens evidentes associadas a este procedimento, nem todos os pacientes são candidatos à colocação de implantes em carga imediata. A opção por esta técnica deverá ser SEMPRE precedida de um criterioso exame clínico e radiográfico, onde serão avaliadas as condições de cada paciente, nomeadamente no que concerne à quantidade e qualidade óssea.

Para a colocação de implantes em carga imediata, frequentemente é necessário aguardar um período de tempo após a perda dentária para permitir a cicatrização do osso e gengiva. No entanto, também realizamos a colocação imediata de implantes após a extracção de dentes sem viabilidade. Sobre estes implantes são igualmente colocados no dia da cirurgia, coroas imediatas.

 

ORTODONTIA

Dentes alinhados e bem posicionados são uma das chaves para a saúde oral e geral de qualquer paciente e para um sorriso bonito e harmonioso.

A Ortodontia, como especialidade da Medicina Dentária que visa o diagnóstico, (com base num estudo que se baseia na análise de exames auxiliares do diagnóstico ) pretende obter um plano de tratamento com o objetivo da prevenção e tratamento precoce ou corretivo de irregularidades dentárias e faciais (assimetrias). Com o correto alinhamento dos dentes haverá uma maior estabilidade e distribuição das forças mastigatórias, diminuindo o trauma e aumentando a longevidade das estruturas circundantes, nomeadamente da articulação temporo-mandibular (ATM).

O tratamento ortodôntico pode ser realizado em qualquer idade, desde que se respeitem os limites bio-fisiológicos individuais.

Sendo de extrema importância diagnosticar o mais precocemente, qualquer criança que apresente, disfunções ou parafunções, com consequências ao nível ósseo e até mesmo respiratório

DENTISTERIA

É a área da Medicina Dentária que permite reconstruir a anatomia dentária perdida por cárie.

A cárie é uma doença oral com origem multifatorial desde: uma alimentação rica em açúcares, presença de placa bacteriana, alterações da composição da saliva e características dos próprios dentes, entre outros.

O tratamento passa pela remoção de toda a estrutura dentária que se encontre cariada.

Este procedimento resulta na formação de uma cavidade que é preenchida com materiais restauradores altamente biocompatíveis como a resina composta (compósito).

Para além da cárie dentária, a Dentisteria poderá solucionar situações de traumatismos e fracturas dentárias, alterações de cor ou malformações dentárias congénitas.

 

ENDODONTIA

Em situações em que o dente se encontra muito destruído por cárie dentária, fracturas, traumatismos ou desgaste acentuado e em que há comprometimento da polpa (tecido que contém o nervo e vasos sanguíneos do dente), é necessário desvitalizá-lo, para que possa ser mantido na cavidade oral.

A desvitalização consiste na remoção da polpa e no preenchimento do(s) canal(ais) radicular(es) com um material estanque que permita a manutenção de um ambiente hermético.

Este tipo de tratamento frequentemente necessita de mais do que uma consulta para que possa ser terminado, devido à necessidade de colocação de medicamentos específicos no interior do(s) canal(ais). Estas multisessões podem-se ainda realizar no caso de lesões ósseas associadas aos dentes.

 

ODONTOPEDIATRIA

O acompanhamento especializado desde os primeiros anos é a chave para uma dentição saudável, com uma estética e função adequadas.

A Odontopediatria é a área da Medicina Dentária que estuda e promove a saúde oral infantil e tem como principal objetivo a manutenção de uma dentição saudável até que os pequenos pacientes cheguem à idade adulta.

As crianças não podem ser consideradas adultos pequenos, necessitando de uma abordagem específica e adequada a cada etapa do seu desenvolvimento.

A partir do momento em que erupcionam os primeiros dentes de leite, é importante a sensibilização dos pais para a correcta higiene oral da criança. É entre os 2 anos e meio e os 3 que deve ser feita a primeira visita ao Médico Dentista, não só para que sejam avaliados os dentes e gengivas, mas também a necessidade de algum tratamento específico, iniciando uma relação de proximidade com a criança para a aquisição de hábitos correctos.

 

HIGIENE ORAL

A consulta de Higiene Oral tem uma valência educativa e preventiva na adequação de hábitos e técnicas à condição específica de cada paciente.

O principal objetivo da consulta de Higiene Oral é a promoção de saúde e prevenção de doenças orais, a manutenção dos tratamentos realizados e uma melhoria estética que permitam um sorriso mais bonito e saudável ao longo do tempo. As visitas regulares à consulta de Higiene Oral são um factor determinante na manutenção dos seus dentes.

Na consulta de Higiene Oral é realizado um diagnóstico oral para rastreio de cáries, doenças das gengivas e diagnóstico de outros problemas que possa apresentar.

Além do referido é feita a remoção de tártaro e placa bacteriana através de destartarizações e alisamentos radiculares e também o polimento e jateamento com partículas de bicarbonato para a eliminação de manchas superficiais.

 

PERIODONTOLOGIA

Uma das principais causas para a perda dentária em adultos é a doença periodontal. Este tipo de doença é causado por infecções bacterianas que afectam os tecidos vizinhos ou de suporte do dente, nomeadamente a gengiva e o osso.

Numa primeira fase as bactérias causam apenas inflamação da gengiva e consequentemente uma gengivite. Se esta situação inicial não for resolvida as bactérias podem também atingir o osso e, nessa altura, causar uma periodontite.

A Periodontologia é uma área da Medicina Dentária que se ocupa deste tipo de problemas com vista a erradicação da doença, apesar de ser uma doença crónica, todos os tratamentos têm em vista o controlo da doença. Para isso, são feitas várias consultas onde se procede inicialmente a um diagnóstico e de seguida a rigorosos e cuidados procedimentos de destartarização e alisamento das raízes dos dentes de forma a remover todas as bactérias que se encontram na sua superfície.

Em situações em que a doença se encontra mais avançada pode ser necessário recorrer a pequenas intervenções cirúrgicas mediante a utilização de anestesia local.

Os pacientes que apresentam, ou que já apresentaram este tipo de doença, são susceptíveis de voltar a apresentá-la, por isso é fundamental o acompanhamento por clínicos diferenciados nesta área para a realização de consultas de controlo, que evitem que o problema reapareça.

 

OCLUSÃO

A oclusão dentária não é mais que a forma como os seus dentes se relacionam entre si.

Para se obter uma oclusão ideal é necessário que se estabeleça uma correta relação entre os maxilares e ainda um posicionamento dentário que permita a manutenção de todas as funções orais – mastigação, fonação, deglutição e estética.

A má-oclusão dentária pode levar à alteração de uma ou todas estas funções, bem como em alguns casos, à disfunção têmporo-mandibular. Disfunção têmporo-mandibular no sentido amplo é uma afecção resultante do funcionamento anormal da musculatura da mastigação, da articulação têmporo-mandibular (ATM), estruturas associadas ou ambas na região buco-facial ou cervical. Pode provocar dores de cabeça ou pescoço, ruídos articulares (estalidos), zumbidos ou plenitude no ouvido, dificuldade na abertura e fecho da boca, limitação de abertura bucal, desgaste nos dentes e dificuldades na mastigação. Pode modificar características psicossomáticas do indivíduo reduzindo a sua qualidade de vida.

Sabendo da importância da oclusão, procuramos restabelecer uma oclusão dentária ideal em todas as nossas reabilitações.

ESTÉTICA FACIAL

Rejuvenescimento facial . O rejuvenescimento facial pode conseguir-se com a aplicação de um gel, que restaura o volume natural da pele, suavizando e revitalizando a aparência. Rejuvenesce por atenuação imediata da linhas de envelhecimento com resultados prolongados, mas não definitivos.

Terapia anti-aging. Tratamento revolucionário de rejuvenescimento facial desenhado para restaurar a vitalidade e a juventude da sua pele. Uma nova geração de tratamentos dérmicos de ácido hialurónico e estimuladores da pele. Conforme os mais altos controlos estéreis (não são de origem animal).

PSICOLOGIA

Acreditamos que todos nós temos recursos que podem ser optimizados no percurso da vida. Os obstáculos, contrariedades e dificuldades, podem ser oportunidades de aprendizagem, de forma a conseguirmos alternativas mais satisfatórias de compreendermos e vivermos a nossa vida. Mas muitas das vezes precisamos de uma ajuda profissional para atingir essa aprendizagem. Podendo ajudar, encaminhar e orientar em várias áreas como:

  • Depressão
  • Fobias e medos
  • Distúrbios alimentares
  • Processos de luto e perda
  • Perturbações de ansiedade
  • Testes cognitivos
  • Infância, adolescência
  • Aconselhamento parental

PSIQUIATRIA

A nossa mente e o corpo encontram-se numa constante simbiose. Nesta fusão surgem comportamentos, atitudes, sentimentos, que se revelam através de sinais ou sintomas que poderão ser prejudiciais ou não. Compete-nos a nós conseguir o equilíbrio, mas por vezes face a factores extrínsecos ao nosso bem-estar não é possível consegui-lo. Entramos na área do descontrolo da mente surgindo estados de ansiedade, depressão, no qual além dos sintomas da mente como a tristeza, perda de motivação, angústia, falta de prazer, fobias, pânicos, podem aparecer sintomas físicos, como dor e fadiga. Tudo isto leva ainda a alterações do padrão do sono, as quais se relacionam directamente com a falta de concentração, impaciência, falta ou excesso de apetite, obesidade, bruxismo (ranger dos dentes), roncopatia. Causando doenças de uma forma transversal a todas as áreas da nossa saúde.

NUTRIÇÃO

Disponibilizamos um programa de reeducação comportamental, possibilitando prevenir doenças relacionadas com a alimentação, atingir o peso adequado e promover o bem-estar físico e emocional.

A Alimentação influencia bastante a nossa Saúde, Bem-estar e Estética Corporal. É por isso importante que nos alimentemos de forma saudável e equilibrada, e também de acordo com as nossas necessidades nutricionais individuais. Para sabermos precisamente qual a alimentação mais adequada às nossas necessidades, e qual o caminho que devemos seguir para atingir determinados objetivos, torna-se muitas vezes necessário consultar um Especialista em Nutrição e Dietética.

A Nutrição e a Dietética são ciências que estudam os alimentos e os seus nutrientes, assim como a sua relação com a saúde e a doença. Permitem adaptar a alimentação às necessidades individuais, através do planeamento de regimes alimentares específicos e inovadores.

NEUROLOGIA


É uma especialidade médica que estuda o sistema nervoso central, periférico, suas relações e os seus transtornos (cérebro, espinal medula, nervos e músculos).
Entre as principais doenças abordadas pela especialidade podemos destacar:

  • Distúrbios do sono
  • Demências (inicialmente manifestam-se por perturbações da memória ou do comportamento)
  • Neuro-infecções
  • Epilepsias
  • Cefaleias (dor da cabeça), as mais frequentes são as enxaquecas e as cefaleias de tensão
  • Doenças vasculares encefálicas
  • Neuropatias
  • Mielopatias
  • Traumatismo crânio-encefálico
  • Doenças neuro degenerativas
  • Doenças do movimento (a mais conhecida é a doença de Parkinson); envolve também o diagnóstico de tremores, alterações do equilíbrio e movimentos anormais
  • Deficiência mental
  • Malformações congénitas do Sistema Nervoso